Marcadores

domingo, 13 de janeiro de 2013

João Rosa de Castro - Adeuses

A TORRE CENTRAL

Pili, cliri, lipi...que os teclados dizem,
Passa ouro para fora
Passam unguentos para dentro,
E vozes que não pertencem a ninguém.
Dizem coisas potencialmente secretas.
É mel o que escorre no seu queixo
É canção o que flui dos seus dedos.
Se ouvirão, se saborearão parte de você,
Verá nas manchetes da revista.
Molha-se na cachoeira dos olhares
Que tomam o espaço livre,
Para que o ócio não faça de você
O que fez com a Larissa.
Pili, cliri, lipi!...que os teclados exclamam…!