João Rosa de Castro - Adeuses

O SEGREDO
          (a Juliano de Morais)

O ouro é um perigo,
A sanha é um castigo,
O medo é um apelido,
O trevo um marco partido,
A grama é um rio cingido,
O negro é resina e trigo,
A morte é intenção e medo,
A vida é direção – abrigo.

Postagens mais visitadas deste blog

João Rosa de Castro - Zum

João Rosa de Castro - Zum

João Rosa de Castro - Zum