domingo, 15 de outubro de 2017

João Rosa de Castro - Bis


NIETZSCHEAR

Um mundo novo para um pensamento livre.
Vias abertas para os que querem só passar.
Os que ficam são saudosos.
Os que param querem
O que ainda não foi inventado.
Os que viajam nas imagens distantes
temem o que se passa ao redor.
Os que se aquietam ao volante do carro
Seguem o caminho conhecido.
Os que descem a montanha russa
Se arrependem a cada queda.
Os que leem os jornais
Sintetizam demais a verdade.
Os que querem algo em troca
Se surpreendem com o descaso.
Os que têm boa memória
Querem muito esquecer.
Os que dizem a verdade
São exemplares e temidos.
Os que atingem audiência
Perdem o bom de dizer.
Os que tentam mudar de classe
Mudam ao menos a roupa.
Os que enfrentam a si próprios
Armam a própria prisão.
Os que fogem do destino
Encontram um destino geral
Distribuído por senha.
Os que ouvem em demasia
Se embriagam de palavras.
Os que amam demais
São surreais até nos passos.
Os que vivem na infância
Já não sabem o que viveram.
Um mundo livre para um pensamento novo.

João Rosa de Castro - Amor Grátis

FILOSOFIA TROPICAL A Mário, ares nordestinos, Ditirâmbicas brisas, revigorando a manhã. Passagem livre pelas portas bem trancadas....