domingo, 21 de dezembro de 2014

Lume d'Arena: João Rosa de Castro - O Sonho de Terpsícore - Com ...

Lume d'Arena: João Rosa de Castro - O Sonho de Terpsícore - Com ...: RACHEL ÀS VEZES SE REBELAVA Não me queiras malbaratar as sutilezas do monumento humano que é meu bailar; não bailo involuntária ou in...

João Rosa de Castro - Amor Grátis

BREVE Falsa saudade corrói o peito do homem-criança. Quiçá a casinha, Quiçá a amarelinha, Quiçá virá o inferno ou o céu Como ce...